O final de 2018 pode ser considerado um estouro. Títulos aguardados como Red Dead Redemption 2 e Call of Duty: Black Ops 4 tomaram horas dos jogadores. Mas um outro lançamento foi especialmente bem recebido aqui no Brasil: o retorno da Turma da Mônica aos games com Mônica e a Guarda dos Coelhos!

Lançado em 5 de dezembro de 2018 para PC, Switch, PS4 e Xbox One, o título trouxe os baixinhos da icônica Rua dos Limoeiros de volta aos videogames. Mas de uma forma diferente do que vimos em Turma da Mônica na Terra dos Monstros, para o saudoso Mega Drive.

Desenvolvido pelo estúdio brasileiro Mad Mimic, conhecido por No Heroes Here, Mônica e a Guarda dos Coelhos reciclou as mecânicas usadas em seu principal título, mas com toda a simpatia dos personagens de Maurício de Souza.

Sabia que além de games o Brasil é um país com grandes sistemas de RPG? Conheça os 11 melhores aqui no Hobbismo!

O que é Mônica e a Guarda dos Coelhos?

Ou seja, temos em mãos um título de ação cooperativo para até quatro jogadores, no qual cada um assume o papel de um dos diversos personagens  da turma. Os jogadores deverão defender castelos para derrotar um mal que assola um reino distante.

É com esse chamado que os pequenos e carismáticos heróis deverão dar coelhadas em monstros para lá de sujos. A princípio, usar mecânicas parecidas com No Heroes Here causou estranhamento de fãs, principalmente os mais velhos que esperavam algo mais parecido com os clássicos do Master System e Mega Drive e outros consoles retrogames.

Mas não trilhar o mesmo caminho que os clássicos foi um passo acertado para a Mad Mimic, já que o game atinge dois objetivos com muito sucesso: agrada fãs da Turma da Mônica de qualquer idade, além de ser um excelente jogo para se dividir com os pequenos, como comprovei enquanto jogava Mônica e a Guarda dos Coelhos com meu sobrinho de 10 anos de idade.

Caos na defesa dos castelos!

Dar coelhadas nos monstros de sujeira não é tão simples, mesmo se estiver no comando da protagonista superforte. Para disparar um coelho, você deve reunir pólvora e preparar o coelho em si, talhando-o a partir de um pedaço de pedra e o colocando em um altar nas cores azul, amarelo ou rosa.

monica e a guarda dos coelhos gameplay

Apesar da descrição, o processo é bem simples, ainda mais considerando que não faz muito tempo que a molecada estava construindo prédios em Minecraft. Não demorou mais que 10 minutos para ambos pegar o jeito de como se livrar dos monstros.

Pensando na molecada, Mônica e a Guarda dos Coelhos não é um jogo difícil, embora não deixe de pressionar os jogadores em momentos cruciais. Além disso, vale considerar que o game possui três níveis de dificuldade, além de desafios adicionais que conferem pontos, trocados para liberar personagens da turma.

escolha seu personagem favorito no game

A simpatia da Turma da Mônica permanece intacta

Para manter o equilíbrio, todos os personagens funcionam de forma igual, o que permite escolher seu favorito sem culpa. O que destaca cada um são as animações enquanto andam ou preparam as “balas de coelho” para lançar nos inimigos.

Por exemplo, ao invés de um martelo ou qualquer outra ferramenta, o Cascão usa seu fiel guarda-chuva para talhar as pedras ou preparar a pólvora para os disparos. Cada um possui sua particularidade e algumas delas são hilárias, mas vamos manter segredo para não estragar a surpresa.

monica e a guarda dos coelhos vitoria

Mesmo em uma versão bastante reduzida, a equipe de arte da Mad Mimic conseguiu transportar com sucesso o carisma dos personagens de Maurício de Souza. E a dos monstros de sujeira do Capitão Feio, um dos maiores vilões da cultura pop brasileira.

A parte sonora também cumpre bem seu papel, envolvendo os jogadores e os guiando com sucesso aos momentos de tensão e de tranquilidade, embora ficar “de bobeira” não seja muito recomendado.

Por que Mônica e a Guarda dos Coelhos merece ser jogado?

A princípio, eu também fiquei cético em relação ao gameplay do título. Apesar de conhecer o sucesso que fez No Heroes Here, a ideia de usar as mesmas mecânicas não pareceu casar bem com a Turma da Mônica. Porém, posso dizer com satisfação que estava enganado.

Mônica e a Guarda dos Coelhos consegue divertir e agitar as salas de sua casa, especialmente se estiver jogando com crianças. O jogo é é bem equilibrado e agrada tenha você 30 anos ou 10 anos de idade. Posso dizer que o título é uma boa porta de entrada para os pequenos começarem a gostar do hobby e saírem do celular. Mesmo quando o jogo é o excelente puzzle mobile SEGA Heroes.

Só não vale reclamar quando eles estiverem jogando melhor do que você!

Mônica e a Guarda dos Coelhos está disponível no PC, Mac, Nintendo Switch, Xbox One e PlayStation 4. Jogamos a versão para Xbox One através de cópia gentilmente cedida pela Mad Mimic Interactive.

https://hobbismo.com.br/wp-content/uploads/2019/03/monica-e-a-guarda-dos-coelhos-gameplay.jpghttps://hobbismo.com.br/wp-content/uploads/2019/03/monica-e-a-guarda-dos-coelhos-gameplay-150x150.jpgFilipe SallesGamesGamesO final de 2018 pode ser considerado um estouro. Títulos aguardados como Red Dead Redemption 2 e Call of Duty: Black Ops 4 tomaram horas dos jogadores. Mas um outro lançamento foi especialmente bem recebido aqui no Brasil: o retorno da Turma da Mônica aos games com Mônica e...Tudo sobre seus hobbies em um só lugar!