Essa semana uma notícia abateu a comunidade nerd/geek do mundo: o falecimento do desenhista e criador do heróis do universo Marvel, Stan Lee (1922-2018). Um quadrinista de sucesso que teve uma história magnífica, cheia de desafios e conseguiu trazer para a nossa dura realidade, personagens inesquecíveis, cheios de cores, habilidades especiais e personalidade. E que inspiraram muitas campanhas de Marvel RPG.

 “Se Shakespeare e Michelangelo estivessem vivos hoje, e se eles decidissem colaborar em uma HQ, Shakespeare escreveria o roteiro e Michelangelo o desenharia. Como pode alguém dizer que isso não seria viável como forma de arte como qualquer outra na Terra?” – Stan Lee.

marvel rpg stan lee

Nosso “adeus” para esse artista imaginativo será falando sobre suas obras no cenário RPG, com o sistema Marvel Heroic Roleplaying, lançado nas terras norte-americanas com a licença da Marvel Comics, obviamente.

Um pouco de Stan Lee e a Marvel Comics

Stanley Lieber ou “Stan Lee” chegou na empresa de seu cunhado no início dos anos 40 e começou a colaborar como editor provisório por um bom tempo. Escrevia na linha das histórias em quadrinhos na antiga Timely Comics – predecessora da Marvel Comics – entre as décadas de 30 e 40.

Após os períodos difíceis da Segunda Guerra Mundial e com a baixa na venda das histórias em quadrinhos em todo o país, muitas mudanças ocorreram para a empresa se tornar a Marvel Comics que conhecemos hoje. Ela retornou ao mercado de HQ’s seguindo o ritmo da DC Comics, que reviveu o gênero de super heróis, especialmente com a Liga da Justiça.

marvel rpg

Assim, os personagens dentro do universo criado por Stan e Jack Kirby foram se expandindo, juntando muitas temáticas. Heróis que usam de super força, alienígenas, detentores de poderes místicos, psíquicos e mutantes, dentre outros que estão em nossos corações. O que conhecemos hoje como a Marvel Comics passou por várias situações difíceis, até que a publicação de Quarteto Fantástico e, em seguida, Homem-Aranha, trouxeram bons lucros para a empresa.

Nos anos 90, a Marvel lucrou muito devido ao estrondoso sucesso das histórias em quadrinhos nos Estados Unidos. O surgimento de outras mídias como filmes, animações e séries de TV alavancou o sucesso dos personagens criados por Lee e equipe. A Marvel virou a principal editora de histórias em quadrinhos dos EUA.

marvel rpg filmes

Nos últimos anos, Stan Lee já não era oficialmente ligado à empresa Marvel Comics. Porém, foi o autor de quadrinhos mais influente e simbólico da indústria, criando personagens que até hoje os fãs possuem muito apreço. Com isso, focaremos no RPG baseado nos heróis do Universo Marvel, que utiliza o sistema de regras Cortex Plus.

Marvel RPG – Super heróis na mesa!

Se já pensou em ser um dos alunos do poderoso telepata o professor Charles Xavier, pertencer a Irmandade de Mutantes de Magneto ou participar dos icônicos Vingadores, esse é um caminho possível no RPG. Em Marvel RPG, você adentra no multiverso das histórias em quadrinhos que conquistou os nerds e cada vez mais coleciona fãs por conta de seus filmes e séries.

marvel rpg livro

Publicado pela editora Margaret Weis Productions no ano de 2012, esse RPG ficou bem conhecido nos Estados Unidos. O Marvel RPG utiliza o sistema Cortex Plus. Esse livro de RPG também possibilita aos jogadores criar narrativas próximas às que ocorrem nos quadrinhos, não focando só nas habilidades e proezas espetaculares dos personagens. O Cortex Plus é um sistema de narrativa compartilhada.

O livro possui 228 páginas trazendo as informações necessárias para criar personagem e orientando o sistema do RPG, sendo chamado de Manual de Operações. Já o livro chamado Vigia traz informações sobre o papel do Mestre do Jogo, apresentando regras, mecânica de testes, combate, dentre outras.

A segunda parte do livro traz uma aventura introdutória para fazer a imersão dos novos jogadores ao universo do Marvel RPG. A trama consiste em uma fuga em massa de vilões da Balsa – ou The Raft, para os mais íntimos – e os novos Vingadores precisarão resolver esse problema.

marvel rpg heroic

A terceira parte traz os NPC’s conhecidos do universo Marvel para serem usados com suas respectivas fichas. Ou seja, os jogadores poderão usar os heróis conhecidos ou criar os seus próprios para, assim, adentrar nas aventuras com os seus combatentes favoritos.

Marvel RPG – Como criar uma ficha

A criação da ficha do Marvel RPG é composta de cinco características: Afiliações (Affiliations), Distinções (Distinctions), Conjunto de Poderes (Power Set), Especialidades (Specialties) e Objetivos (Milestones). Vamos a cada uma delas:

  • Afiliações: o personagem vai interagir com outros participantes do jogo, duplas ou grupos;
  • Distinções: traços de personalidade, qualidades e defeitos marcantes;
  • Conjunto de poderes: dois ou mais conjuntos de habilidades especiais;
  • Especialidades: perícias e conhecimento do personagem;
  • Objetivos: o que o personagem precisa para ganhar mais experiência – XP – e aumentar o nível.

marvel rpg mutantes

O MHRP utiliza o sistema Cortex Plus, no qual são usados os dados d4, d6, d8, d10 e d12. O sucesso ou fracasso das ações é determinado pelas ações contestadas, ou seja, rolagens de dados comparadas com outras rolagens de dados. Esse sistema tem semelhanças com o RPG FATE, pois também trabalha com o bom senso dos jogadores para a escolha das características a serem usadas nos testes de dados.

Após a rolagem, o jogador soma os dois maiores valores comparando com os números obtidos pelo alvo da ação. O terceiro maior valor indica o efeito, o grau de sucesso daquela ação. Se o valor alcançado pelo jogador for maior do que o do alvo, ele teve sucesso na ação.

Existem os Pontos de Trama (Plot Points) e o Poço de Destino (Doom Pool). Ainda trazendo semelhança com o FATE RPG, os primeiros são como os Fate Points que, quando utilizados pelo jogador, fornece bônus para uma determinada rolagem, como uso de habilidades ou poderes, causar mais dano, bônus em testes de resistência, dentre outros.

O Poço de Destino pode ser usado pelo mestre – ou Vigia – para causar problemas aos personagens, trazendo mais desafio ao grupo, mudando a ordem da iniciativa, separar o grupo ou aumentando o poder de ataque do vilão. É aquele recurso no qual o mestre pode dar uma “roubadinha” para deixar as coisas mais interessantes.

marvel rpg secret wars

Outro ponto muito divertido do sistema é que a ordem de iniciativa pode mudar de forma bem dinâmica. O narrador vai descrevendo o contexto da cena, decide quem irá iniciar e a partir daí, o jogador escolhe quem será o próximo herói da rodada. É como se houvesse o papel de líder momentâneo entre os personagens no RPG. O último da iniciativa decide quem será o primeiro no turno seguinte.

Ou seja, uma narrativa compartilhada, mesmo nas horas de tensão do jogo, a descrição das ações dos personagens e os detalhes dessa descrição tornam a experiência de jogo mais rica e divertida para todos. Os jogadores podem trocar de personagens em determinados eventos, controlar mais de um personagem ao mesmo tempo e, dependendo da proporção da trama, até de vários cenários. Ou seja, fica algo diverso e os jogadores têm uma experiência ímpar de jogar no universo Marvel.

marvel rpg xmen

 

Não se preocupe muito com os poderes ou equilíbrio dos personagens, pois há possibilidade de interagir e controlar personagens com níveis de poder bem diferentes. Assim, jogar o Marvel RPG torna-se dinâmico e intenso também.

Será que não está na hora de você também vestir o collant?

E vocês? Já jogaram no Universo Marvel? Infelizmente no momento ainda não há previsão de lançamento aqui no Brasil. Haviam planos para publicá-lo, mas foram cancelados, mas quem sabe um dia uma editora brazuca se interesse em nos presentear com o RPG oficial dos nossos heróis Marvel? Ou de repente quer uma campanha com os principais vilões da cultura pop?

E desejamos a todos…

marvel rpg spock

https://hobbismo.com.br/wp-content/uploads/2018/11/pcrkxccaqfav6iDB49v-o-1024x715.jpghttps://hobbismo.com.br/wp-content/uploads/2018/11/pcrkxccaqfav6iDB49v-o-150x150.jpgRick ValerioComicRPGComic,RPGEssa semana uma notícia abateu a comunidade nerd/geek do mundo: o falecimento do desenhista e criador do heróis do universo Marvel, Stan Lee (1922-2018). Um quadrinista de sucesso que teve uma história magnífica, cheia de desafios e conseguiu trazer para a nossa dura realidade, personagens inesquecíveis, cheios de cores,...Tudo sobre seus hobbies em um só lugar!