Depois de uma avalanche de títulos retratando o apocalipse zumbi ou a temida – mas algumas vezes desejada – invasão alienígena, Judgment: Apocalypse Survival Simulation traz o julgamento final para um grupo de sobreviventes. O título para PC da israelense Suncrash faz com que o jogador assuma o controle de um grupo de sobreviventes do apocalipse bíblico, que estavam longe dos grandes centros quando os demônios invadiram.

O jogo se divide em duas mecânicas: gerenciamento de base e necessidades dos habitantes e controle de esquadrões no mapa-mundi, tanto na exploração quanto no combate. Porém, o título da Suncrash traz acertos e erros significativos em ambas as situações, muitas vezes impondo limitações incômodas que desaceleram o ritmo de jogo.

Desvendando um apocalipse demoníaco

Judgement conta com dois modos de jogo, ambos para um jogador: modo história, no qual você construirá sua base e deverá cumprir missões para desvendar o mistério por trás do apocalipse, e sandbox, que conta com as mesmas mecânicas do modo história, mas sem as missões. No segundo modo, você deverá segurar as hordas de demônios pelo maior tempo possível.

Os primeiros momentos da campanha servem para habituar os jogadores aos comandos, tanto nos combates quanto na administração da base e os principais acontecimentos que podem ocorrer durante a partida. Ou seja, o tutorial já é mostrado nos primeiros momentos e já o prepara para seguir em frente sozinho. Mesmo após o tutorial, o jogo oferece uma enciclopédia com as principais mecânicas, semelhante ao que vemos nos jogos da série Sid Meier’s Civilization.

judgement-apocalypse-survival-simulation-gameplay

Reconstruindo a civilização em meio aos demônios

Nesse momento é que os jogadores também são introduzidos à história e a elementos como construção de estruturas, designação e gerenciamento de tarefas e pesquisa, tanto científica quanto das ciências ocultas. Como a civilização entrou em colapso, os sobreviventes deverão redescobrir por conta própria como utilizar a pólvora para construção de armas de fogo e técnicas para aumentar a produção de recursos ou diminuição de seus gastos.

Cada sobrevivente possui seu próprio conjunto de aptidões – ou falta delas – e tarefas que os geram níveis de maneira mais ágil. Através de automação, você pode configurar as prioridades nas atividades de cada habitante de seu acampamento, facilitando o gerenciamento das tarefas. Ainda assim, se verá por muitas vezes guiando as atividades de cada integrante.

Falando nos personagens que integram sua base, o sistema de aparição de novos integrantes é variada, porém frustrante em todas as suas opções. Cada partida começa com três integrantes com habilidades aleatórias, mas que podem ser “rerolados” até encaixar um grupo com habilidades complementares. A partir daí, todo novo personagem que aparece será totalmente aleatório, o que pode atrapalhar seu progresso no jogo.

judgement-apocalypse-survival-simulation-personagem

Não apenas isso, mas a frequência com a qual novos personagens aparecem tornam o título não apenas impiedoso, mas também injusto e desequilibrado. Perder mais da metade de sua equipe em batalha é proibitivo e torna quase impossível a missão de terminar o modo história. Ou seja, parte da dificuldade de Judgement não é causada apenas por decisões erradas, mas a uma boa dose de sorte na aparição de personagens.

Esse problema seria facilmente contornado se os personagens aparecessem com maior frequência com habilidades que pudessem ser moldadas à medida que avançassem, não com um conjunto aleatório. Mas há outro elemento que causa bastante frustração no desenvolvimento de sua base…

Sistema de pesquisa que causa mais frustração do que descobertas

O avanço de sua base contra as hordas demoníacas dependem das pesquisas. Elas são responsáveis por permitir a construção de novas estruturas, materiais e equipamentos, entre outros. Porém, além do fator sorte na geração de personagens algumas vezes retardar sua evolução, a necessidade de adquirir certas materiais por vezes mantém o jogo inteiro parado por conta de apenas um item. Item esse de difícil obtenção.

Dessa maneira, é necessário correr grandes riscos apenas para avançar em apenas uma pesquisa e, caso falhe na obtenção do item, também é melhor que apenas reinicie a campanha. Isso significa que a pesquisa em Judgement se torne mais um elemento de frustração do que de aproveitamento.

judgement-apocalypse-survival-simulation-pesquisa

Combates em tempo real que seriam melhor por turnos

Os combates entre os habitantes de seu acampamento e os seres das trevas acontece por esquadrões em tempo real, como se fosse um RTS em pequena escala. Porém, como cada personagem possui um esquema de habilidades e aptidões próprias de combate, se torna difícil aproveitá-las ao máximo, mesmo com a possibilidade de pausar.

Isso se torna um problema maior principalmente em lutas de maior escala, que acabam por exigir que pause a cada frame para não perder o fio da meada. Se um jogo com combate em tempo real acaba demandando esse tipo de pausa a todo o momento, seria uma decisão melhor que o estruturasse em turnos, como vemos em título como XCOM: Enemy Unknown e Massive Chalice.

judgement-apocalypse-survival-simulation-batalha

Desenhos, gráficos e sons de pouca inspiração

As artes e sons de Judgment podem ser apenas consideradas funcionais. Isso significa que os desenhos de personagens, monstros, estruturas servem ao propósito de orientar o jogador, mas foram feitas com pouca inspiração, sem evocar nenhum tipo de emoção ou espanto real. O mesmo pode ser dito das músicas e efeitos, quase imperceptíveis.

Veredito final: diversas boas ideias mal-executadas

Judgement: Apocalypse Survival Simulation poderia ser um jogo excepcional por abordar um tipo diferente de apocalipse, fugindo dos já costumeiros apocalipse zumbi de The Walking Dead ou Left 4 Dead ou o nuclear, das franquias Fallout ou Wasteland. Porém, o título traz gráficos e sons pouco inspirados e sistemas que poderiam ser melhor executados ou planejados.

O fator dificuldade também é problemático, já que as derrotas no jogo não são causadas apenas por más decisões ou pouca aptidão, mas por falta de sorte no aparecimento de personagens e pequenos elementos que barram o avanço de maneira desnecessária. Judgement pode ser interessante por conta de sua proposta inusitada, mas a dificuldade causada por seus problemas e a falta de inspiração nas artes do game acabam por desencorajar novas tentativas.

http://hobbismo.com.br/wp-content/uploads/2018/07/judgement-apocalypse-survival-simulation-capa.jpghttp://hobbismo.com.br/wp-content/uploads/2018/07/judgement-apocalypse-survival-simulation-capa-150x150.jpgFilipe SallesGamesGames,Indie Gaems,PCDepois de uma avalanche de títulos retratando o apocalipse zumbi ou a temida - mas algumas vezes desejada - invasão alienígena, Judgment: Apocalypse Survival Simulation traz o julgamento final para um grupo de sobreviventes. O título para PC da israelense Suncrash faz com que o jogador assuma o controle...Tudo sobre seus hobbies em um só lugar!