No mundo dos quadrinhos, desenhos animados, filmes, séries e claro, RPG, ser herói significa se doar em prol de uma causa maior que os desejos pessoais. Significa lutar para salvar pessoas em perigo, arriscar a própria vida para ajudar um inocente e enfrentar vilões que desejam causar sofrimento ou só destruir o mundo. Mas será que ser herói é só brandir uma arma, preparar feitiços, equipamentos e se aventurar para chegar ao covil dos vilões e arrebentar com a cara deles? A resposta pode ser afirmativa para tudo isso, mas o conceito de heroísmo no RPG pode ser diferente para muitos jogadores.

"Com grandes poderes, vem grandes responsabilidades"

heroismo-no-rpg

Quando vemos nas histórias em quadrinhos o Super Homem enfrentando Lex Luthor inúmeras vezes, podemos considerá-lo um herói por que luta contra um homem malvado e salva inocentes. Outro exemplo é Seiya de Pégaso, do anime Cavaleiros do Zodíaco, em sua armadura lutando pela deusa Athena insistentemente e nunca perdendo o ideal de lutar para salvá-la. No anime, ela representa a humanidade. O heroísmo também é invocado em jogos como os da franquia Final Fantasy, culminando sempre numa batalha épica pela salvação do universo, seja contra um vilão maníaco ou contra um deus tirano – ou ambos.

Há milhares de exemplos que nos inspiram em histórias de games, animes, séries e cinema, mas agora focaremos no que é ser herói nas mesas de RPG. Em jogos onde o tema é fantasia medieval,  o mais comum é aventureiros serem contratados ou enviados por personagens icônicos do cenário para cumprir uma missão e acabam se deparando com uma trama mais complexa que a aventura inicial mostraria. Muitos jogadores fazem personagens envolvendo-se com os ícones ou eventos importantes do cenário, sendo descendentes de uma criatura ou entidade  mítica, buscando vingança devido a situações de injustiça praticadas por um tirano ou um guerreiro sagrado procurando fazer o certo devido à sua fé. Estes “clichês” são ganchos comuns e bons para estimular os aventureiros a exerceu seu heroísmo no RPG.

heroismo-no-rpg-medieval

“Nos poemas hindus, a figura do herói é a incarnação de um deus, por isso tudo nele, desde o aspeto físico até à ação que realiza, pode ser pensado ou decorrer fora de todos os moldes humanos, com proporções monstruosas desmedidas.

Nos poemas homéricos, os heróis assumem a feição humana, sucedendo quase o mesmo com os deuses, concebidos como realizações superiores de tipos humanos, sem as limitações que impedem em cada um destes o realizar-se como desejaria. Mesmo quando intervêm, os deuses fazem-no de forma discreta, o que faz com que a liberdade do herói seja salvaguardada: pode discutir a vantagem ou desvantagem do conselho do deus que o protege, pode até contrariar esse conselho.

“Os Portugueses do Renascimento levantaram a vida humana a maior altura, deram-lhe novas perspetivas e interesses, fizeram, no campo da ação navegadora e guerreira, o que no campo da arte fizeram os Italianos. Esses homens multímodos, navegantes e guerreiros, políticos e poetas, geógrafos e cronistas, aventureiros e apóstolos, constituem um momento insigne na história da personalidade.” (Luís de Camões, O Épico, Hernâni Cidade).

Como a citação tem ligação com o heroísmo no RPG?

Nas citações vemos a definição de herói por diferentes culturas e contextos temporais. Nos jogos de fantasia medieval, adotamos o modelo de herói influenciado pela literatura europeia, nos baseando em personagens como Aragorn, Hércules, Gandalf, Robin Hood, Rei Arthur, Siegfried, entre outros. Todos esses mitos nos inspiram em campanhas épicas com a premissa de salvação do mundo, resgate de oprimidos por tiranos e salvação de povos massacrados por vilões.

A cruzada do herói em jornada para enfrentar a injustiça pode significar também uma forma de redenção àquele que teve um passado sombrio e servia às forças do mal, como o adorado Ikki de Fênix ou Xena, a Princesa Guerreira. São muitas possibilidades de trabalhar o conceito de herói dentro do RPG e esta ainda é uma das formas mais empolgantes de contar uma boa história e se tornar uma lenda adorada no reino. E você, como trabalha o conceito de heroísmo no RPG? Comente conosco!

Leia também:

http://hobbismo.com.br/wp-content/uploads/2017/01/heroismo-no-rpg-capa.jpghttp://hobbismo.com.br/wp-content/uploads/2017/01/heroismo-no-rpg-capa-150x150.jpgRick ValerioRPGSliderDiversos,RPGNo mundo dos quadrinhos, desenhos animados, filmes, séries e claro, RPG, ser herói significa se doar em prol de uma causa maior que os desejos pessoais. Significa lutar para salvar pessoas em perigo, arriscar a própria vida para ajudar um inocente e enfrentar vilões que desejam causar sofrimento ou só...Tudo sobre seus hobbies em um só lugar!