Antes de começar a falar sobre a ficção científica no RPG, vale citar essa definição de Carlos Eduardo V. P. Motta, doutor em Letras pela PUC-RJ, no qual o termo ficção científica pode ser classificado como “um subgênero dos romances de aventura, mistério, drama e horror. A diferença essencial é que, à diferença dos demais gêneros, tenta convencer o leitor de que as situações apresentadas podem não ser possíveis no contexto atual, mas são verossímeis, baseadas em explicações científicas ficcionalizadas.”

Ou seja, as ações de navegações intergaláticas, exploração de outros planetas e viagens interdimensionais são possíveis através de uma explicação cruzando teorias da física quântica, conceitos filosóficos e possibilidades que só a imaginação dos autores materializam em suas obras. Diferente das mídias de ficção fantástica que não precisam de verossimilhança com o real, a ficção científica traz possibilidades do irreal acontecer, mas somente para um futuro distante do nosso.

O que acompanhamos em filmes do gênero, como as franquias Guerra nas Estrelas (Star Wars), Jornada nas Estrelas (Star Trek) e Perdidos no Espaço (Lost in Space) são exemplos de obras famosas da ficção científica cinematográfica que colecionaram fãs por todo o planeta. Aliás, é exatamente sobre a expansão dessa temática que falaremos, mas voltada para os jogos de RPG.

Viagens no tempo

ficcao-cientifica-no-rpg-voltafuturo

As aventuras de Marty McFly e Doutor Emmet Brown no filme De Volta para o Futuro é aclamada pelo público nerd até hoje. É a famosa franquia de filmes que nos apresentou os “tênis do futuro” e o maravilhoso carro DeLorean, uma máquina do tempo.

Já o jogo Final Fantasy VIII traz um soldado de um país em guerra como protagonista. Ao longo da trama, descobrimos que tudo é um plano de uma bruxa cósmica que deseja comprimir o tempo, juntando o passado, o presente e o futuro para ter poder absoluto sobre o universo e a existência. A partir desses exemplos, vemos também que a temática de viagem no tempo pode ser traduzida para outras mídias, como o RPG de mesa pode ser muito bem trabalhado com seu grupo.

Existem sistemas próprios para esta temática e um dos mais antigos referenciais é o GURPS: Viagem no Tempo. Com regras complementares ao módulo básico do GURPS, ele dá dicas, equipamentos, vantagens, desvantagens, perícias específicas e veículos especiais para viajar em várias eras, ou mesmo se perder nos túneis temporais. Além do GURPS, qualquer outro sistema genérico pode comportar a narrativa, tendo a boa vontade do narrador e dos jogadores de fazerem as devidas adaptações.

ficcao-cientifica-no-rpg-gurps

Contato com extraterrestres

Marte Ataca, Independente Day, ET, o extraterrestre, dentre outros. Qual alienígena desses renomados filmes gostaria de encontrar na rua e conversar? Ou combater para proteger seu planeta? Essa temática lida com contatos diretos com alienígenas, seres fora do planeta Terra que possuem características incomuns, como habilidades especiais – quase sempre superiores ao terráqueos – tecnologia extremamente avançada, instintos de sobrevivência e de guerras pra nenhum combatente das Grandes Guerras Mundiais botar defeito.

ficcao-cientifica-no-rpg-et

São temas muito explorados na ficção científica, horror, suspense, nas histórias de super heróis (ou acharam que um certo visitante do planeta Krypton iria ficar de fora?) e nas mesas de RPG não deixam de marcar presença. Existem vários títulos com temática de contato com extraterrestres, levando em consideração que a maioria dos enredos mostra a Terra sendo invadida por aliens malvados. A exceção fica por conta de obras como ET – O Extra-Terrestre (Stephen Spielberg).

Com RPG não é difícil trazer essas temáticas para serem trabalhadas, mas qual o evento que o narrador vai desejar? Alienígenas malvados? São amigáveis? Será uma invasão pelo domínio da Terra e os jogadores serão militares e cientistas especialistas para combater a ameaça? Ou terá uma criatura vinda de outro mundo somente para testar a humanidade dos terráqueos como em O Dia em que a Terra Parou? Adaptações não são difíceis para esse subgênero e alguns títulos trabalham muito bem com isso, como GURPS Space e Invasão, que consideramos um dos melhores sistemas de RPG feito por brasileiros.

ficcao-cientifica-no-rpg-gurpsspace ficcao-cientifica-no-rpg-invasao

Exploração espacial

Perdidos no Espaço e a saga Star Trek são ótimos exemplos de viagens de exploração espacial. Normalmente envolvem uma tripulação a bordo de uma nave altamente equipada para fazer saltos espaciais na velocidade da luz sem causar (muitos) danos à matéria existente. Através de recursos levemente explicados pelas possibilidades quânticas, os viajantes espaciais saem a procura de vida em outros planetas, galáxias e universos, na maioria das vezes em missão de paz.

No RPG, sistemas como GURPS e D&D possuem suplementos que dão suporte para narrativas desse tipo, assim como 3D&T, Traveller e Millenia, por exemplo. Você pode escolher o seu favorito, fazer suas adaptações e se divertir com os amigos nos milhares  mundos que a imaginação do narrador e dos jogadores podem criar.

ficcao-cientifica-no-rpg-ficcao

Homem x máquina

Alguns exemplos como a série Altered Carbon, a franquia de jogos Deus Ex e animes como Ghost in the Shell ilustram o conflito homem x máquina na cultura pop. Um futuro distópico onde homem e máquina convivem quase como iguais. Seja com a inteligência artificial conseguindo uma consciência própria ou a mistura de máquinas e homens hospedando o mesmo corpo, vemos a participação desses seres trazendo o famoso conflito Consciência Humana versus Inteligência Artificial ou os conflitos existenciais da criatura Frankenstein, no livro de Mary Shelley.

ficcao-cientifica-no-rpg-ghost

Em RPG isso é muito usado nas tramas dos narradores, com diversos títulos trabalhando como GURPS Cyberpunk, Gurps Ultra-tech e RPG’s de super heróis também o fazem. Shadowrun torna a imersão ao cenário através dos implantes que tornam o usuário mais forte com habilidades especiais, mas havendo limitações ou perturbações mentais ao mesmo.

Além dessa característica biotecnológica avançada, Shadowrun representa a temática de fantasia urbana, gênero que mistura elementos místicos com a existência de magia e seres sobrenaturais junto aos poderes da ciência futurística. É um sistema bem popular e voltou com muita força às jogatinas dos rpgistas.

Cenários pós-apocalípticos

ficcao-cientifica-no-rpg-madmax

Somente os mais resistentes sobreviveram a um mundo devastado por vírus. Exemplos como Eu sou a Lenda ou Mad Max, o mundo tornou-se um lugar semiárido e despovoado, a falta de recursos naturais, a violência desenfreada e a busca por água e comida sendo valorizadas nesse tipo de trama, além das ameaças externas. Em Eu sou a Lenda, um vírus mortal transformou pessoas em zumbis – de maneira semelhante ao que vemos em The Walking Dead e outras séries que usam o apocalipse zumbi.

Porém, o interessante nessas mídias é que os personagens focam no gerenciamento de recursos e equipamentos para sobreviver num mundo onde pessoas podem literalmente te devorar. Nos cenários deste tipo os jogadores devem ser direcionados a usar de estratégias, mostrando como seus personagens agiriam em determinadas missões.

O que fariam sabendo que sua reserva de água duraria apenas um dia? Eles irão lutar contra outros seres humanos que encontrassem ou haveria disputa de poder em missões de sobrevivência? Como seria o relacionamento dos personagens jogadores quando vissem que toda a comida mas não o suficiente para todos do grupo?

É interessante que os narradores dessa temática incentivem certos conflitos de interesse e até de território para os jogadores verem quão unidos precisam ser em situações extremas ou poderão morrer. Ao invés de lutar contra um grande mal, o objetivo aqui é a sobrevivência diária em um mundo hostil. O título Terra Devastada é um ótimo exemplo para campanhas de sobrevivência ao limite.

Guerras espaciais

ficcao-cientifica-no-rpg-starwars

Sendo um guerreiro Jedi ou um aprendiz de Darth Vader, Star Wars é a maior referência de cultura pop em cenários de Guerra Espacial. Não é a toa que tem fãs no mundo inteiro e até mesmo existem igrejas da fé Jedi em algumas cidades. Além dessa obra de George Lucas, há outros filmes e séries famosos como BattleStar Galactica e Macross, histórias que trazem enredos de colônias fora da Terra, alianças e guerras políticas com alienígenas e fenômenos bem semelhantes com os que a humanidade enfrenta. Tudo sob uma ótica fantástica, mas cutucando em alguns pontos das falhas humanas.

Guerra nas Estrelas é uma franquia tão adorada que não é diferente nos grupos de RPG, há adaptações para variados sistemas e ainda existe um título próprio chamado de Star Wars RPG. Nele, contém o material necessário para trazer a saga da guerra dos paladinos Jedi usando o poder da Força em prol do equilíbrio da galáxia contra os antagonistas Sith e outros vilões seguidores do império.

Leia também no Hobbismo:

Qual tema de ficção científica no RPG você prefere?

E então, aventureiros, quais temas de ficção científica vocês mais gostam? Aqui só trouxemos os exemplos mais populares no RPG brasileiro e os que tivemos contato em eventos e jogos. Outros muitos títulos maravilhosos chegaram recentemente ao mercado de RPG brasileiro e podemos discorrer futuramente sobre cada um – The Strange, Cyberpunk 2020 e Mutantes: Ano Zero. Em artigos futuros falaremos sobre esses títulos, especialmente The Strange que possui uma proposta de viagem à todo tipo de universo e cenário. Escolham seus temas favoritos e vamos ver que para o RPG não há fronteira final!

ficcao-cientifica-no-rpg-spock

“-Vida Longa e Próspera!”

http://hobbismo.com.br/wp-content/uploads/2018/05/prom_5._V146637271_-1024x512.jpghttp://hobbismo.com.br/wp-content/uploads/2018/05/prom_5._V146637271_-150x150.jpgRick ValerioRPGficção científica,ficção científica no RPG,RPGAntes de começar a falar sobre a ficção científica no RPG, vale citar essa definição de Carlos Eduardo V. P. Motta, doutor em Letras pela PUC-RJ, no qual o termo ficção científica pode ser classificado como 'um subgênero dos romances de aventura, mistério, drama e horror. A diferença essencial...Tudo sobre seus hobbies em um só lugar!