“13 piratas sobre o caixão

Ho ho ho e uma garrafa de rum

Deu briga, bebidas, saiu confusão

Yo ho ho e não sobrou nenhum”.

– Funk “E uma garrafa de rum”.

O mar e seus mistérios, as profundezas do oceano com suas criaturas abissais, um universo que ainda hoje necessita ser desvendado. Assim como outras manifestações da natureza, o oceano se torna cenário de muitas lendas e histórias que perpetuam no imaginário humano através das eras, trazendo desde lendas de monstros marinhos até seres ancestrais que, em algumas culturas, dizem que geraram alguns povos existentes da Terra.

aventuras-mar-rpg-gurps

No RPG, campanhas no ambiente oceânico também fazem muito sucesso, seja através de aventuras com pirataria, exploração de continentes submersos ou sobrevivência em uma ilha deserta – quem lembra de Tom Hanks no filme Náufrago e seu companheiro Wilson? – trazem diversão e experiências fantásticas de jogo quando essa temática é bem explorada. Mas o que queremos dizer com isso?

Um mar de aventuras

O slogan do famoso filme dos estúdios Disney, Moana (2016), traz uma das abordagens que podemos usar em campanhas de RPG. O filme conta a história da protagonista “Moana de Motunui” que, com a ajuda do semideus Maui, parte em uma aventura pelo mar em busca de uma ilha cuja localização é desconhecida. Em sua jornada, ela enfrenta grandes desafios e descobre histórias de seus ancestrais.

aventuras-mar-rpg-moana

Durante a animação, vemos Moana crescendo e sendo educada para ser a governante da ilha de Motunui apesar de seu amor pelo mar desde o início. Mas seu pai, o rei, declarou que ninguém poderia navegar além do limite que ele determinou. Mas a personagem acaba violando essas regras devido aos desafios que são impostos pelo destino e parte em missão para salvar seu povo e sua família.

O interessante é que a personagem vai aprendendo as habilidades de navegação conforme o enredo da história vai acontecendo. Entretanto, ela tem uma certa ajuda do próprio mar, ou seja, há alguma entidade que a escolhe para completar essa missão.

Voltando ao RPG, é um enredo que pode servir para uma campanha com essa temática, pois sua história conta sobre a salvação de um povo da destruição certa devido a um fenômeno que está se alastrando por todo o mundo. Se há alguma entidade ligada a um ou mais personagens do jogo, por exemplo, os jogadores podem receber o chamado para uma missão especial ou eles mesmos tenham essa inclinação de querer salvar seu povo.

Para além da missão quase divina, coisas que podem ser abordadas durante a narrativa são como os personagens irão lidar com essa responsabilidade e o que precisam aprender para superar os obstáculos. A aprendizagem da navegação, por exemplo, eles terão auxílio de algum NPC? Ou estarão à própria sorte?

Pirataria: um tema recorrente quando falamos em aventuras marinas

Campanhas que usam temática da pirataria são muito emocionantes. Os personagens são bucaneiros, saqueadores, assassinos e lutam pela supremacia contra castas de piratas rivais, perigos da natureza como tempestades, maremotos e monstros emergindo para desafiar o poder do navio pirata e de seus tripulantes.

aventuras-mar-rpg-piratas

Os personagens podem ser piratas humanos como no filme A Ilha da Garganta Cortada ou monstruosos, como vemos na franquia Piratas do Caribe. Essa abordagem com sobrenatural traz os elementos fantásticos ideais para uma campanha de RPG de pirataria, com cenas de ação e aventura exageradas ao nível épico, bem como um clima divertido de tratar esse tema com seus jogadores.

Neste tipo de campanha, os personagens são humanos ou semi-humanos piratas, tendo ou não aspectos fantasiosos na aventura. Entretanto, o enredo pode trazer desafios como a capacidade de administrar os recursos do navio, os equipamentos, a busca por tripulantes e o controle de motins, bem como a rivalidade entre clãs de piratas existentes.

O RPG 7o Mar (7th Sea) lançado no Brasil pela editora New Order no início de 2017, é voltado para a temática da pirataria, mas juntando vários aspectos desse assunto, abordando também magia e criaturas que fazem parte do imaginário em aventuras de piratas. Não é apenas essa temática que traz o sistema, mas é bem estruturado para campanhas do gênero.

aventuras-mar-rpg-7thsea

Mundo Submerso

No anime Os Cavaleiros do Zodíaco, na fase de Poseidon, vimos os protagonistas em sua campanha pela salvação da deusa Athena, invadindo o reino do deus dos mares em busca de sua deusa. O anime nos apresenta o reino desse deus grego como mais uma extensão das construções gregas, com as colunas e templos com a arquitetura da era clássica.

Apesar do reino de Poseidon ser no fundo do oceano, os personagens podiam se movimentar e respirar como na superfície da Terra. A diferença é que, na parte superior do reino, os cavaleiros tinham vista do mar, com peixes e as águas sobre suas cabeças, como se houvesse uma barreira separando o ambiente natural do construído pelos habitantes do lugar.

aventuras-mar-rpg-poseidon

Essa é uma característica interessante vistas em muitas mídias que trabalham reinos submersos, a exemplo de Atlântida, o reino do super herói Aquaman nas histórias em quadrinhos da DC. O reinado do Aquaman possui uma barreira que separa as águas das construções e dos habitantes, ou seja, eles não vivem o tempo todo nadando como na animação A Pequena Sereia, da Disney.

aventuras-mar-rpg-sereia

Já em Atlântida do Aquaman e no reino de Poseidon de Cavaleiros do Zodiaco, há humanoides completos que vivem no mundo submerso e caminham com suas pernas interagindo com o ambiente e entre si, semelhante à superfície terrestre. São abordagens diferentes, porém, qual visão o narrador e seus jogadores possuem do mundo submerso de seu cenário?

Em Arton, cenário do RPG Tormenta, o mundo aquático é parecido com a Atlântida e o Reino de Poseidon descritos acima. Ainda destacamos que, apesar da cidade marinha ser semelhante ao mundo da superfície, seu entorno é completamente composto por água. Podemos dizer que é uma forma de “separação” do mundo civilizado subaquático com a imensidão do mar que é da natureza selvagem.

aventuras-mar-rpg-atlantida

Naufrágio

Sobrevivência, desespero, perda de recursos, enfrentamento da natureza contra a morte por inanição ou desidratação. Esse tipo de abordagem nas aventuras no mar é voltada para campanhas mais “pé no chão”, mesmo de uma perspectiva fantástica. Mas nem tudo se resolve conjurando feitiços, matando monstros ou usando super poderes.

De nada adiantará a super força do herói combatente se ele passar dias sem água potável ou alimento. No máximo, ele pode usar a super força caso tenha a sorte de atrair peixes ou tubarões para enfrentar e se alimentar deles. Nesse tipo de aventura, o importante é usar a cabeça e manter a sanidade para não morrer, além de administrar muito bem os recursos disponíveis até encontrar um local onde possa chegar com vida, nem que seja uma ilha deserta.

aventuras-mar-rpg-naufrago

Há sistemas que dão suporte para campanhas mais realistas, a exemplo do GURPS e outros menos fantásticos. Não estamos afirmando que isso não possa ser feito em aventuras mais fantasiosas, mas o narrador teria que investir na administração das habilidades sobrenaturais dos personagens, como magia e poderes psíquicos em situações interessantes de sobrevivência.

Por exemplo, após o navio do grupo ser atacado por piratas ou monstros de grande porte, todos perderam a maior parte dos recursos, a tripulação morreu e só restou o grupo de jogadores por serem mais resistentes e experientes que os marinheiros normais. Assim, teriam que se juntar e usar de suas habilidades para sobreviver até que algum deus ou boa alma possa vir resgatá-los ou encontrarem outra forma de sair dessa enrascada.

O filme Náufrago (2000) e As Aventuras de Pi (Life of Pi, 2012) são bons exemplos disso. No segundo exemplo, Pi, o protagonista, perde sua família e a tripulação num naufrágio da embarcação que estavam e acaba tendo que seguir sozinho e lutar para sobreviver na imensidão do mar. A parte interessante é justamente a aparição do tigre, se tornando companheiros de jornada. No caso de um grupo, o narrador poderia colocar os personagens jogadores nessa situação.

Aventuras de sobrevivência no mar são sempre muito empolgantes e trazem uma forma de administração dos recursos que se tornam cada vez mais escassos e o valor da interpretação de situações extremas ao ponto de levar os personagens jogadores ao desespero até perder a sanidade. O desafio é testar frequentemente a coragem e a resistência dos jogadores.

Descobrir e explorar novas terras

Exploração de novas terras e ilhas misteriosas são enredos muito usados na abordagem de aventuras marinhas. No caso de piratas, os personagens transportam seus tesouros para guardá-los em ilhas escondidas enquanto continuam sua caçada e confronto com seus inimigos. Mas existem também exemplos como o filme Waterworld em que todo o planeta é coberto por água e a campanha é focada em descobrir locais existentes na superfície do mar para a sobrevivência da espécie humana.

aventuras-mar-rpg-waterworld

Aventuras com esse aspecto misturam a questão da busca por novas terras e a exploração desses locais para que hajam possibilidades de subsistência da espécie humana. Nessa temática podemos destacar também a caça aos divergentes e disputas entre os grupos de exploradores para alcançar a terra prometida, assim como no filme Mad Max e no próprio Waterworld.

Caça aos monstros marinhos

Moby Dick, livro publicado em 1851 pelo autor americano Herman Melville, embarca na temática de aventura de caça aos monstros marinhos, dando um ar de segredos do universo não desvendados pelo homem. A própria obra retrata a gigantesca baleia branca como uma predadora perigosa e mortal, trazendo aspectos das disputas entre homem versus natureza e muitos outros assuntos filosóficos.

aventuras-mar-rpg-mobydick

O interessante nesse tipo de campanha é trabalhar além das dificuldades da navegação, mas também o significado de tal monstro para os jogadores. Seria uma criatura que ameaça o mundo inteiro ou uma baleia atroz de resistência e inteligência animal surpreendente como a Moby Dick?

Ou estamos falando de monstros marinhos modificados geneticamente por algum grupo de cientistas loucos que perderam o controle de suas cobaias? Esse tipo de aventura não é difícil de realizar, mas para dar um toque a mais na campanha, sugerimos que seja dado importância aos dramas e confrontos pessoais dos personagens que tenham influência na jornada de caça ao monstro marinho.

Conheça mais sobre RPG e cultura pop no Hobbismo:

Já mestrou alguma campanha com aventuras no mar?

Aqui fizemos um apanhado de exemplos e sugestões de campanhas e aventuras marinhas, bem como alguns sistemas de RPG que podem focar nesse tipo de narrativa para se divertir com seus jogadores. E vocês, qual abordagem mais gostaram e quais outras sugestões podem contar para gente?

E tenhamos todos uma…

aventuras-mar-rpg-spock

http://hobbismo.com.br/wp-content/uploads/2018/07/496731.jpghttp://hobbismo.com.br/wp-content/uploads/2018/07/496731-150x150.jpgRick ValerioRPGRPG'13 piratas sobre o caixão Ho ho ho e uma garrafa de rum Deu briga, bebidas, saiu confusão Yo ho ho e não sobrou nenhum'. - Funk 'E uma garrafa de rum'. O mar e seus mistérios, as profundezas do oceano com suas criaturas abissais, um universo que ainda hoje necessita ser desvendado. Assim...Tudo sobre seus hobbies em um só lugar!